L.E.V.I:

inteligência artificial e integração web service para automatização da distribuição de ações em meio à crise da Covid-19.

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46818/pge.v4i1.205

Palavras-chave:

Advocacia Pública, Machine Learning, Inteligência Artificial, Web Service, Interoperabilidade, Tecnologia

Resumo

O presente trabalho tem como objetivo apresentar os esforços aplicados em meio à pandemia da COVID-19 para automatização da distribuição de ações no âmbito da Advocacia Pública Fluminense. O trabalho evidencia a premência da utilização de recursos automatizados que pudessem mitigar a complexidade na categorização das ações frente à grandeza do contencioso da Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro. A Inteligência Artificial, associada ao uso do Modelo Nacional de Interoperabilidade (MNI), surgiu como uma ferramenta para agilizar diversas atividades da Advocacia Pública possibilitando maior agilidade e precisão no trabalho do Procurador de Estado e evitar a exposição dos Servidores da Procuradoria ao vírus Sars-CoV-2.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Celso Araujo Fontes, Procuradoria Geral do Estado do Rio de Janeiro

Mestre em Sistemas da Computação pelo IME-RJ e servidor do quadro da PGE-RJ.

Downloads

Publicado

2021-05-07

Como Citar

Araujo Fontes, C. (2021). L.E.V.I: : inteligência artificial e integração web service para automatização da distribuição de ações em meio à crise da Covid-19. REVISTA ELETRÔNICA DA PGE-RJ, 4(1). https://doi.org/10.46818/pge.v4i1.205

Edição

Seção

PGE na pandemia