Fake News, discurso de ódio e populismo penal midiático, uma trilogia corrosiva à democracia constitucional brasileira

Autores

DOI:

https://doi.org/10.46818/pge.v5i3.316

Palavras-chave:

Democracia. , Discurso de ódio., Fake News. , Criminologia Midiática., Populismo penal midiático.

Resumo

O presente artigo teve como propósito investigar de que maneira o fenômeno das fake news, do discurso de ódio e do populismo penal midiático, de forma entrelaçada, contribuem para a corrosão dos pilares da democracia constitucional brasileira, uma vez que são fenômenos que têm demonstrado a capacidade de influenciar o pensamento, a comunicação e comportamento da população, e, assim, fomentar uma descrença nos valores e instituições democráticas. Para tanto, fez-se necessário analisar as formas através das quais esses fatores se relacionam e de que forma produzem impactos sobre fundamentos basilares da democracia constitucional, utilizando, para isso, desde o prisma metodológico, da pesquisa bibliográfica sobre os temas centrais do trabalho, a fim de produzir um discurso racional explicativo dos resultados alcançados com a pesquisa. Para tanto, o percurso do trabalho compreendeu uma abordagem inicial da relação entre estes discursivos mobilizadores de notícias falsas, de ódio social e político, bem como do senso comum punitivista que reverbera nas mídias, com os fundamentos da democracia constitucional brasileira no ambiente do mundo digital e suas esferas públicas, para daí avançar na compreensão da influência por eles exercidas na manipulação da opinião pública. Ao final, foi possível estabelecer uma reflexão acerca da crise da democracia constitucional brasileira a partir da análise dos impactos sobre ela produzidos pelos referidos fenômenos comunicativos, com destaque para a relevância da internet e os meios de comunicação de massa aglutinação e reprodução desses fenômenos na realidade da democracia constitucional do Brasil.

Downloads

Não há dados estatísticos.

Biografia do Autor

Kassandra Cedro, Centro Universitário Jorge Amado

Graduanda em Direito pelo Centro Universitário Jorge Amado

Lucas Rego Silva Rodrigues, Universidade Federal da Bahia

Doutorando e Mestre em Direito pela Universidade Federal da Bahia (2010). Pós-graduado em Direito Urbanístico e Ambiental pela PUC-MINAS, possui graduação em Direito pela Universidade Católica do Salvador (2006). Membro do Grupo de Pesquisa Direito, Sentido e Complexidade Social.- DSComplex/UFBA. Coordenador do grupo de pesquisa Discurso do ódio, fake news e a crise do constitucionalismo democrático na contemporaneidade/ Unijorge. Atualmente é professor da Unijorge e da Universidade do Estado da Bahia. Advogado e consultor com experiência na área de Direito Público, com ênfase em Direito Urbanístico e Ambiental.

Erick Silva, Centro Universitário Jorge Amado

Graduando em Direito pelo Centro Universitário Jorge Amado.

Downloads

Publicado

2023-02-13

Como Citar

Cedro, K., Rego Silva Rodrigues, L., & Silva, E. (2023). Fake News, discurso de ódio e populismo penal midiático, uma trilogia corrosiva à democracia constitucional brasileira. REVISTA ELETRÔNICA DA PGE-RJ, 5(3). https://doi.org/10.46818/pge.v5i3.316

Edição

Seção

Doutrinas